ORGANIZAÇÃO DO BLOG

Foi iniciada hoje uma operação de organização do blog. Materiais serão separados, postagens sem link válido serão corrigidas e por isso algumas coisas serão postadas novamente e estarão no inicio do blog com marcação temática para facilitar a busca.
A localização das atividades serão mostradas em video no interior da postagem para facilitar seu acesso e consulta.
E você que ainda não viu vantagem em adquirir o acesso, vai ter a oportunidade de ver mais de perto quanto tempo perdeu buscando materiais por aí que estavam formatados e prontinhos para impressão em nossos discos virtuais.

PROJETO QUINTO ANO (8) - A sala de aula


Orientação para professor(a):

>>Elabore uma tabela no quadro-negro com o nome de todos os alunos.

>>Pergunte a eles o resultado de suas medições e anote para realizar algumas comparações.

>>Questionamentos aos alunos:

.qual a maior medida?

.de quem é a maior medida?

.por quê?

.quem apresentou medidas iguais?(se houver)

.qual a diferença entre a maior e a menor medida?

>>Peça aos alunos que registrem em seu caderno uma tabela reduzida contendo:

.o seu resultado;

.o resultado de dois amigos;

.o maior e o menor resultado;

.o resultado da professora;

A tabelinha das crianças deverá ficar mais ou menos assim:

Nomes
Medida
Da criança

1 amigo

1 amigo

Maior resultado

Menor resultado

professora


*sempre colocando os nomes das pessoas em cada linha e o numero de medida.

*Na elaboração dessa tabela não se esqueça de destacar que os substantivos próprios (nomes das pessoas) deverão iniciar com letra maiúscula!

Esses questionamentos orais utilizam habilidades de cálculo mental, observação de registros, atenção e concentração.

Por mais simples que pareça, vários conceitos são trabalhados aqui!

PROJETO QUINTO ANO (7) - A sala de aula

Conhecimento teórico para caderno dos alunos (em anexo)

MEDIDAS DE COMPRIMENTO

            Uma coisa pode ser medida de várias maneiras diferentes. Por exemplo, para medir o comprimento da sala, Marta, Ângela, Pedro e Paulo fizeram o seguinte:

1º. Marta e Ângela utilizaram o palmo como unidade de comprimento:
O palmo de Maria coube 80 vezes e o de Ângela 70 vezes no comprimento da sala de aula.
            Para medir com palmo é importante saber que:
Palmo significa: Distância entre a ponta do polegar e a do dedo mínimo,  bem afastados um do outro.
Desenhe na folha do seu caderno o contorno de sua mão.
Meça com uma régua quantos centímetros tem o seu palmo e anote:............

ATIVIDADE PRÁTICA
Vamos medir o comprimento da sala de aula utilizando o palmo? Anote aqui o resultado:..........
Professora:
Deixe as crianças à vontade para realizar essa atividade, se tiverem que tirar carteiras do lugar, essa bagunça, descontrai o ambiente da sala de aula e torna a prática ainda mais produtiva.
Você sabe o que é comprimento? Faça uma pesquisa no dicionário:
............................................................................................................................................................................................................................................................
           
 **para aluno verifique anexo 2

PROJETO QUINTO ANO (6) - A sala de aula


MEDIDAS

            É comum enfrentarmos situações em que precisamos medir alguma coisa.

            Vejamos alguns exemplos:

            Quando acordamos e olhamos as horas no relógio.


             Quando compramos um refrigerante:


              Quando compramos tecidos:


             Quando compramos carnes:


** este mesmo explicativo  configuração meia folha de sulfite para caderno de aluno com as imagens em escala de cinza para economia de tinta de impressora, em anexos.
Questione os alunos sobre as imagens apresentadas e a que tipo de medidas elas estão se referindo. Assim você já terão noção sobre os conhecimentos prévios que as crianças dispõe sobre medidas, se sabem nomear, centímetros, metros,quilos, gramas, litros, horas, etc.

PROJETO QUINTO ANO (5) - A sala de aula

Orientação para professora: 

Pesquise no Google Maps a localização da sua escola, é só abrir o site e digitar o nome da rua, numero, cidade e estado:

No google aparecerá desta forma.
Você pode selecionar somente o mapa, colar no Programa Paint, deixar só o mapa e se tiver uma impressora HP, utilizar as configurações de impressão em cartaz ou pôster para fazer uma cópia ampliada do mapa tamanho 2 x 2 que seria 4 folhas de sulfite ou maior até.Aqui mesmo em outro momento já ensinei a fazer esse tipo de impressão, veja na matéria:
A sua escola já ficará marcada com o ponto A.
Pelas respostas dos alunos, procure marcar onde cada um mora no mapa com pontos representando letras e números por exemplo A1, A2 dependendo do tamanho da sua turma ou com a sequencia de letras (B, C, etc) para que depois todos possam visualizar a sua casa e distancia em relação à escola.
Este mapa deverá ficar exposto em algum lugar de acesso da sala, para que as crianças possam olha-lo, comparar, contrastar em qualquer outro momento que queiram.
A realização desse mapa será o fechamento dessa primeira fase, para mostrar que diversas realidades e diversas pessoas se reúnem todos os dias na sala de aula: objeto principal do estudo e trabalho. Ou  seja, todos os dias, as crianças que vivem nos arredores da escola, se reúnem naquele ponto A que é  a sala de aula.
Caso não tenha como reproduzir o mapa via Google, você pode elabora-lo com os alunos através de desenhos, localizando a escola e o máximo de quadras possíveis para que consiga marcar a localização de todos os alunos.
Realizando o mapa google, dependendo de como ficar a marcação e caso você tenha como reproduzir um por aluno, pode ampliar a atividade pedindo para que cada aluno delimite as ruas pela qual passa para se deslocar de sua casa até a escola e quanto tempo gasta no trajeto.
E também explorar com os alunos as formas geométricas das quadras, linhas paralelas e perpendiculares, tudo em conversas informais, pois conhecimento  não precisa necessariamente ser copiado do quadro-negro e decorado!
Uma novidade que a professora conta tem muito mais valor do que folhas e folhas de caderno.

PROJETO QUINTO ANO (4) - A sala de aula

Atividade para alunos (cópia do quadro-negro ou reprodução em mimeógrafo ou impressora da versão em anexo). 

Complete os espaços em branco com as informações pedidas:
            Os alunos do quinto ano estudam na Escola...............................................,

essa escola oferece aulas do .............................à...................................ano.

            Localizada no bairro............,na rua......................número.......na cidade de........................................estado .........................................

            Os alunos desta escola, moram nas proximidades, ou no próprio bairro ou no bairro .........................................................que faz divisa com o bairro onde a escola se localiza.

            Eu me chamo......... e moro no bairro ............................A minha casa localiza-se à .......................quadras da escola.

            Para vir à escola todos os dias eu .........................

E levo aproximadamente .....................minutos para realizar esse trajeto. Acordo às.............................................................

Antes de vir para a escola eu......................................................................(descrição da rotina em casa).



**o objetivo desta ficha é saber a distância da casa do aluno até a escola, localizar a escola geograficamente pois é importante que as crianças saibam sobre a cidade, sobre seu estado, sobre sua localização na propria cidade (divisão dos bairros) e conhecer um pouco mais da rotina das crianças.
Após preenchimento da mesma, pode-se realizar exposição oral das respostas individualmente (fica toda) ou cada trecho de respostas, levando a outros questionamentos e apontamentos de acordo com a realidade local.


PROJETO QUINTO ANO (3) - A sala de aula

CONTEÚDOS ABORDADOS
Nas diversas áreas do conhecimento:

.medidas de comprimento;

.situações problemas envolvendo as quatro operações;

.as quatro operações;

.gráficos;

.fração: escrita

               Leitura

              Representação

              Operações

              Comparações

              Equivalências

              Quantidade

              Denominadores diferentes

.figuras geométricas;

.sólidos geométricos;

.sistema monetário;

.perímetro;

.área;

.divisibilidade;

.números decimais;

.porcentagem;

.uso de régua;

.diagonal;

.triângulos: classificação e cálculo de área

.Tangram;

.escala;

.produção de: (frases, texto descritivo, texto narrativo, texto  instrucional, poesias, história em quadrinhos, bilhete, placa de conscientização);

.substantivos;

.M antes de P e B;

.uso dos porquês;

.uso de mais e mas;

.inicial maiúscula;

.interpretação textual;

.pesquisa bibliográfica;

.pesquisa ao dicionário;

.direitos e deveres dos alunos;

.matéria-prima;

.indústrias;

.industrias no Estado e localmente;

.cuidados com o patrimônio escolar;

.mapas;

.zona rural e urbana;

.maquete;

.profissões;

.reciclagem;

.artes diversas

PROJETO QUINTO ANO (2) - A sala de aula


OBJETIVOS

            Os alunos deverão:

.trabalhar em equipe através de atividades práticas e reais;

.aprimorar conhecimentos nas diversas áreas do saber (Matemática, Ciências, História, Geografia, Língua Portuguesa e Artes);

.realizar pesquisas investigativas;

.explorar individual e coletivamente o meio em que estão inseridos;

.confrontar o saber dos livros com a vida real;

PROJETO QUINTO ANO - A sala de aula



APRESENTAÇÃO

            A sala de aula deve ser um celeiro de duvidas e quando estas existirem, ela não deve ser vista como um espaço material, mas sim, como um instante de construção sócio intelectual. Ela é um espaço para investigação, para a busca de pistas que componham a construção do saber, que é um dos valiosos papéis da duvida e também uma instancia socializante, uma vez que nos permite estabelecer contato com uma imensa diversidade de seres e formas pensantes que precisam ser ouvidas e consequentemente, respeitadas. É ainda um laboratório de formação e informação intelectual, passando a ser uma via que nos possibilita perceber outros caminhos.

            É na sala de aula que se compreende o macro universo existente à nossa volta, que está correlacionado ao nosso universo interior, é um caminho que nos possibilita entender melhor os caminhos da vida, fazendo-nos significar cada batida do coração e compreender suas alterações ao manifestarmos variadas emoções.

            Pela importância da reunião que nela se faz todos os dias e as possibilidades de aprendizagens é que seu nome serve de tema e de referencia para as atividades interdisciplinares que se seguem.

**O projeto será postado um capitulo ao dia e à partir de segunda-feira
estará disponivel na íntegra para compra via pagseguro (5 reais) e recebimento imediato via email!

ALFABETIZAÇÃO - uma ciência exata

Assim como a Matemática, a Alfabetização é uma ciência exata, porém
nem sempre ela é tratada dessa forma pelos professores alfabetizadores
que ao invés de ensinar, confundem a cabeça das crianças!
Essa afirmativa parece absurda mas é real: basta observar a quantidade
de crianças chegando ao terceiro ano sem entender a "lógica" da alfabetização
e não conseguindo realizar a decodificação de um simples "B com A".
Consideremos que claro, existem crianças com déficit de aprendizagem
e que realmente, precisarão de metodologias diferenciadas para aprender
mas as taxas de analfabetismo e defasagem aluno/série, estão aí para mostrar
que responsabilidades à parte, há falhas no processo de ambos os lados: tanto no que tange aos alunos quanto no que tange aos professores.

Há professores que alfabetizam da seguinte forma:
a.Ensinam todas as letrinhas do alfabeto
b.Ensinam todas as combinações de silabas do alfabeto
c.esperam que dentro da cabeça da criança haja um "plim"
e ela saia lendo tudo
Obs> a criança que ainda não está lendo é porque não atingiu o grau
de "maturidade" necessário!

Não tenho nada contra esse método, porém observe que ele baseia-se
unica e exclusivamente na decoreba: o aluno que não associa letra
e som não vai ler!
Justifica-se o fracasso pelo grau de imaturidade da criança porém
qual a idade ideal para a fixação letra/som?
Uma criança de 2 anos já pode aprender os nomes das letras,
mesmo não possuindo a maturidade para ler, de forma que se aos
2 anos ela em desenvolvimento normal é capaz de "gravar" o som
das letras (olhar uma letra C e dizer seu nome), é inconcebível que aos
7 anos (5 anos depois), ela não consiga ler! A menos que não compreenda
a lógica que existe por trás da leitura!!!!
É essa lógica que muitas vezes a professora espera que o aluno entenda
mas não se preocupa em dizer, em explicar!!!!!

Critica-se o metodo tradicional de alfabetização, onde se ensina:
>>vogais
>>junções de vogais
>>consoante vogal uma a uma
no entanto, este processo segue uma lógica, ao qual o aluno vai se
familiarizando e aprendendo de forma mais facil.

Critica-se o metodo fônico, no entanto, este mostra claramente
o porque de um B + A ser BA e não BI.


A maioria das crianças, adentram a escola sem conhecimentos prévios
e já com o estigma que a leitura é algo dificil e por isso é tarefa
do professor, "facilitar" o processo, estimular os alunos a avançarem
degrau a degrau, parabenizar conquistas e nao deixar conceitos
subentendidos.

Exemplos práticos:
Ensino de junções de vogais.
Quando a criança conhece a vogal ela será capaz de ler
pequenas palavras chamadas junções de vogais.
As mais comuns são:
AI - EI - OI - UI - IA - UI - EU

Vamos iniciar com uma:

                                    AI

Em primeiro lugar o professor deve mostrar o sentido da leitura
que primeiro se fala o A e depois o I.
O sentido da leitura é um conhecimento muito importante
que normalmente fica subentendido.
Em segundo lugar saliente até a criança entender que está escrito
aquilo que ela fala.
É muito comum crianças decodificarem AI e dizerem estar escrito
qualquer outra coisa que não AI, porque na cabecinha delas
não houve a compreensao dessa logica simples: se eu falo AI
está escrito AI.
Quando perguntar à criança e ela não responder adequadamente
repita esse conceito até ela entender o que ele significa,peça à ela
para prestar atenção no que ela está falando.Para falar novamente
e ouvir o que está falando até que ela compreenda que o que ela dizer
em voz alta, é o que está escrito.
Esse é o "plim" da leitura só que ao invés de esperar que a criança
adquira esse "plim" como mágica, é mais facil ensina-lo!

Vamos exemplificar a familia silábica do B.
Saliente o som do B sozinho!
Explique que falamos BO (estique o som do O >> Booooooo)
porque o B está com o O. Se estivesse com o A seria Baaaaaa
a mesma coisa com as demais vogais. Esse explicar simples
é a logica da leitura! A criança não tem que "decorar" Ba,be,bi,bo,bu
ela tem que entender que ba é ba porque está com a e bu é bu
porque está com u!
A leitura de palavras é a mesma logica das junções de vogais,
onde se fala: baú está escrito baú e não pipoca!

Cada criança tem seu tempo para compreender essa lógica
aí sim, dependendo de seu grau de maturação, no entanto,
ao explicar o porque dos sons, a maturação dos conceitos
acontecerá de forma mais sólida e dependendo de cada caso
até de forma antecipada!!!!!







CURSO 24 HORAS - saude emocional do professor- 70 horas


O Professor é o principal ator no processo de ensino-aprendizagem, porém para que este papel seja desempenhado de forma satisfatória, é importante que o profissional docente esteja psicologicamente bem preparado.


Ao mesmo tempo em que têm uma das profissões mais gratificantes, os professores apresentam altos índices de estresse e depressão.



Problemas como salas superlotadas, baixos salários, longas jornadas de trabalho, burocracia, indisciplina, violência e desrespeito enfraquecem o trabalho docente e fazem com que os professores adoeçam e se afastem das salas de aula.



O Curso de Saúde Emocional do Educador, oferecido pelo Cursos 24 Horas, aborda temas relacionados ao trabalho docente e propõe soluções para prevenir, amenizar e tratar causas e doenças decorrentes desta profissão.



E mais:

Conheça as reais condições de trabalho dos professores;


Aprenda sobre a síndrome de Burnout, ou síndrome do Esgotamento Profissional, que afeta mais de 15% dos docentes;


Saiba como melhorar a qualidade de vida de Professores e Educadores.


Aprenda tudo por meio de vídeo-aulas dinâmicas e interativas, com um tutor virtual, exemplos e exercícios. Você também pode baixar as apostilas do curso para arquivar e/ou imprimir. Ao final, receba o seu Certificado de Conclusão em casa, sem custo adicional.
 
Comece o curso agora, acessando o link abaixo e fazendo seus horarios de estudo:
http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao23938&id=24249&url=cursos.asp