Voltando às aulas

Voltando às aulas

Atualizações- Discos Virtuais

DV LIBRAS - 9 paginas sobre cadeia alimentar já disponível para download.

Projeto Resgate Cultural (2) - Justificativa

Normalmente ao pensarmos no passado em alguns aspectos, sentimos em nossos corações uma enorme nostalgia, principalmente quando pensamos na escola, no valor do professor, na qualidade do ensino, na educação das crianças em relação às pessoas mais velhas.
Também quando pensamos nas relações entre as próprias crianças, nos laços de amizade, nas brincadeiras mais saudáveis e mais educativas, nos sentimentos gerais existentes no coração: o saber perdoar e voltar a brincar normalmente dois minutos depois de uma briguinha, o espírito de cooperação nas brincadeiras coletivas, o saber perder!
Atualmente a própria mídia, os desenhos infantis mostram as brigas, incentivando subjetivamente a luta, os conflitos, o resolver no tapa os problemas, e as crianças, reproduzem entre si, o que fica muito bem gravado em seus subconscientes!
Buscaremos no desenvolver do projeto, resgatar os valores, esquecidos e perdidos com o caminhar da humanidade, pelas crianças que já não os conhecem pois são frutos de uma geração onde os pais, para compensar a falta de tempo para educar, passam a mão na cabeça dos filhos, não os ensinam o valor do não, e criam uma geração que só conhecem os seus direitos e desconhecem os seus deveres!
Também buscaremos resgatar e valorizar as conquistas históricas, as brincadeiras saudáveis e de grande valor ainda presentes nas memórias dos pais e avós das crianças que hoje, queremos com nosso trabalho, influenciar positivamente.
Assim como mostrar a sociedade onde a nossa escola encontra-se inserida, o seu valor na produção histórica e que desta forma, há a necessidade de uma intervenção consciente não só pelos adultos, mas pelas crianças, que de uma maneira ou de outra, intervém, mesmo que com menor intensidade e que serão os adultos de amanhã, que poderão ou não valorizar a cultura, respeitar o passado e produzir um futuro mais justo, dependendo única e exclusivamente da quantidade de boas sementes que tiverem plantadas em seus corações...

Nenhum comentário:

Postar um comentário